25.9.06

Isaías 35.3:5

“Fortalecei as mãos frouxas e firmai os joelhos vacilantes.
Dizei aos turbados de coração: Sede fortes, não temais; eis que o vosso Deus virá com vingança, com recompensa de Deus; ele virá, e vos salvará.
Então os olhos dos cegos se abrirão, e os ouvidos dos surdos se desimpedirão”. Isaías 35.3:5

Antes que a vingança de Deus venha, antes que Ele traga a recompensa para sua vida, Ele lhe diz que é preciso fortalecer as suas mãos e firmar os seus joelhos para que nada abale a sua confiança Nele. Quando a situação se forma, trazendo a dificuldade para perto da gente, construindo muros que pareciam impenetráveis e plantando a dúvida e o medo em nossos corações, nossas mãos começam a tremer e os joelhos começam a vacilar. Então, nos sentimos pequenos, desprotegidos e esquecidos por Deus.
Clamamos em meio ao desespero e às lágrimas: “Deeeeeeeus, o Senhor não está vendo isso? O Senhor não vai me ajudar? Como pode, Senhor, o inimigo se levantar contra mim dessa maneira e o Senhor não fazer nada!”.

E enquanto nos inquietamos, perdemos a chance de acalmar o coração, de confiar e de deixar o Senhor agir em nós. Deus diz em Isaías 35.3 para nós fortalecermos as nossas mãos que tremem de medo e firmarmos nossos joelhos frouxos, vacilantes e aterrorizados. Em outras palavras: “pare de ter medo. Deixe isso comigo. Comece a acalmar seu coração e não deixe que a dúvida ou o temor domine a sua vida. Você não percebe a minha presença porque não está me buscando com fé. Eu estou perto, pois sou Deus de perto. Coloque seu coração em mim. Olhe para mim. Que tal começar a cantar um louvor agora? Que tal começar a agradecer tudo que fiz e tudo que ainda vou fazer? Que tal subir mais um degrauzinho em sua fé?”.

Desde Gênesis, Deus nos diz em sua palavra para não temermos o mal e sim confiarmos Nele. Jesus, ao ser acordado em meio à tempestade perguntou aos discípulos por que eles não fizeram nada e ainda os chamou de homens de pouca fé. O mínimo que Deus quer é que confiemos Nele, que acreditemos que o que Ele diz é a verdade e que sua palavra prevalecerá.

A recompensa de Deus virá quando estivermos firmes, convictos e determinados em continuar em seu propósito. Então, o Senhor abrirá os olhos os cegos e desimpedirá os ouvidos dos surdos. Quem não via, passará a ver, quem não ouvia, passará a ouvir e quem achava que já via e ouvia, perceberá que muito mais o Senhor tem para mostrar e falar.

Davi, escondido em cavernas, perseguido pelo rei Saul e jurado de morte por quem o encontrasse, louvava a Deus, escrevendo em salmos como a sua alma era grata ao Senhor e como confiava em sua misericórdia. Davi entendeu que Deus o livraria por misericórdia, porque o amava e porque queria vê-lo viver uma vida de abundância. Deus quer te ver voltar a sorrir. Deus quer te ver voltar a sonhar com Ele. Deus quer te ver voltar a crer em Suas promessas. Deus quer dizer aos desalentados de coração: Aquietai-vos e sabeis que eu sou Deus”.

Um comentário:

L' Abri Net disse...

Oi! Que bom ler textos de reflexões "para a alma" de uma pessoa tão jovem.
Parabéns!

Deus te abençoe.