14.11.07

Entrar no Descanso

“Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações, Como na provocação, no dia da tentação no deserto. Onde vossos pais me tentaram, me provaram, E viram por quarenta anos as minhas obras. Por isso me indignei contra esta geração, E disse: Estes sempre erram em seu coração, E não conheceram os meus caminhos. Assim jurei na minha ira Que não entrarão no meu repouso” (Hebreus 3.7:11).

Deus se ira.

Deus se irou com o seu povo no deserto porque Ele foi tentado por eles. O Espírito Santo alerta na passagem de Hebreus que devemos ter cuidado em não ter o mesmo comportamento desse povo. E o pior é que muitas vezes caímos nesse mesmo erro e acabamos tentando a Deus.
“Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência” (Tiago 1.13:14).

Deus não nos tenta, mas Ele vai nos testar. E só entraremos em seu descanso, se passarmos no teste. Canaã representava o descanso de Deus para seu povo. Um povo que buscou a Deus, que foi tirado do poder do Egito e das mãos do Faraó, que foi levado ao deserto para ser testado para enfim, receber o descanso merecido de Deus, em Canaã.

“E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o SENHOR teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não. E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do SENHOR viverá o homem” (Deuteronômio 8.2:3).

O caminho para Canaã passa por um deserto. O caminho para o descanso de Deus passa por um deserto. A diferença está em quanto tempo você ficará no deserto até chegar à Terra Prometida. Deus não promoverá você enquanto você não passar no teste; não é porque você errou a resposta nove vezes que você vai passar porque repetir seria fazer pela décima vez a mesma coisa. Para passar no teste de Deus só há uma resposta, só há um caminho, ou você acerta e segue, ou você erra e fica no deserto até aprendê-la.

Em Deuteronômio acima, vemos que Deus precisava saber se o seu povo guardaria os seus mandamentos e não há melhor lugar do que o deserto para que a dependência e obediência a Deus cresçam. O povo tinha recebido ordens de Deus para que não guardassem o maná, mas eles guardaram. Testaram a Deus. A comida ficou podre e cheia de vermes. Eles perderam nesse teste. Agora, tente se imaginar no deserto, onde não há lojas, fast-food, restaurantes ou serviço de delivery por perto. Deus providenciou o do dia, mas você não sabe como será o dia de amanhã. Acredito que você consegue visualizar-se fazendo a mesma coisa. O comportamento daquele povo soa bem atual, não é verdade?

Porém, a única coisa que devemos nos firmar é a palavra de Deus, que disse que lhe levaria a um lugar de descanso. Os hebreus ficaram com medo de não haver maná no dia seguinte e guardaram um pouco, desobedecendo assim, a Deus. Por isso, falharam, não andaram por fé.
Em todos os testes de Deus, só existe uma resposta e ela se chama fé.
“Porque o justo viverá da fé” (Gálatas 3.11).

Jesus, assim que saiu das águas do Rio Jordão, no seu batismo, foi levado ao deserto pelo Espírito para ser tentado pelo diabo. “Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo” (Mateus 4.1). Jesus passou pelo deserto em 40 dias, porque ele sabia quais eram as respostas certas: “Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4.4). “Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus” (Mateus 4.7). “Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás (Mateus 4.10).

E uma vez que Jesus saiu do deserto aprovado, ele entrou no descanso de Deus. Durante todo o seu ministério podemos vê-lo agindo de acordo com a vontade do Pai. Até mesmo nos momentos mais difíceis.

A Palavra de Deus é a resposta certa, ela deve estar em nossa boca para que possamos marcar as alternativas certas na hora do teste e o mais importante é que nós temos o Espírito Santo para nos ajudar. É praticamente uma prova com consulta e com assistência total do professor que fez a prova.

“E a quem jurou que não entrariam no seu repouso, senão aos que foram desobedientes? E vemos que não puderam entrar por causa da sua incredulidade” (Hebreus 3.18:19).
Há um descanso para o povo de Deus.

2 comentários:

Juci Ribeiro disse...

Amém, irmanzinha! Glória a Deus!

Como é bom sabermos que estamos, a qualquer momento, prestes a "entrar no descanso". Eta gostinho saboroso!!!Eu amei a parte do nosso professor tão especial, o Espírito Santo, nos auxiliando. Tudo fica tão mais fácil com Ele não é verdade? Obrigada Senhor pelo Seu Doce Espírito Santo em nossas vidas!!!!!!

Beijinhos,

Juju

Meire disse...

Que maravilha, baby!
Quantas verdades nesse texto. Se pelo menos pudéssemos não perdê-las de vista, nossos momentos de provação seriam mais prazerosos.
Beijocas,
Meire